25 de setembro de 2017

Semana de Responsabilidade Social da FDSM reúne cerca de 1200 alunos do ensino médio de Pouso Alegre e região

Alunos assistindo a palestra "Uso de Drogas Ilícitas e os
Direitos Humanos na Sociedade Brasileira", ministrada
pelo prof. Altair Mota Machado.
Entre os dias 11 e 21 de setembro, a FDSM (Faculdade de Direito do Sul de Minas) realizou a sua III Semana de Responsabilidade Social. Ao longo das duas semanas de evento, cerca de 1200 alunos do ensino médio de Pouso Alegre e região assistiram a nove palestras sobre os assuntos mais cotados para tema da redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), e duas
Prof. Rafael Alem Mello ministrando a palestra "Bullyng".
oficinas de orientação vocacional. As palestras realizadas foram: “Uso de Drogas Ilícitas e os Direitos Humanos da Sociedade Brasileira”, “Inclusão Social dos Idosos e dos Portadores de Necessidades Especiais”, “Sustentabilidade e Meio Ambiente”, “Homofobia”, “Crimes de Ódio na Internet”, “Modelos de Família e Adoção”, “Liberdade de 

Alguns dos alunos que assistiram a palestra
"Sustentabilidade e Meio Ambiente", com
Prof. Carlos Alberto Conti Pereira.
Expressão (Limite do Humor), “Justiça com as Próprias Mãos” e “Grafite: a Cidadania pelo Viés da Arte”.
Prof.ª Daniela de Carvalho Mucilo realizando a palestra
"Inclusão Social dos Idosos e Inclusão dos Portadores
de Necessidades Especiais".
            Para Amanda Vitória Morais Alvarenga, aluna do Cursinho Pré-Enem e do 3º ano do Colégio Tiradentes, as palestras da FDSM também ajudam os alunos a serem cidadãos mais conscientes. “As palestras são importantes porque nos dão um grande suporte para a argumentação na dissertação da redação do Enem. A Faculdade também já visitou a minha escola, levando um bate-papo muito bom sobre carreira e a escolha da profissão. Esse tipo de atividade é muito legal para todos os alunos, tanto na área educativa como na formação como cidadãos”, disse.
1ª Oficina sobre Orientação Vocacional, ministrada
            pelo prof. Carlos Alberto Conti Pereira.
A estudante Júlia Borges de Carvalho, do cursinho Pré-Enem de Pouso Alegre/MG, elogiou a iniciativa da FDSM, e disse que após as palestras, escolheu cursar Direito na faculdade. “A iniciativa da faculdade em fazer essas palestras foi muito boa porque vai me ajudar a ter mais argumentos na redação do Enem. As palestras também me fizeram ter uma noção e consciência de mundo muito maior do que eu tinha. Gostei muito, e pretendo fazer Direito na FDSM no ano que vem”, afirmou.
No final de cada palestra foram sorteadas
camisetas da FDSM para os estudantes.
A professora de língua portuguesa do CIEM Maria Barbosa, Marilene Ferreira Gomes, falou sobre a importância das palestras para a preparação dos alunos para o Enem. “Com certeza o evento ajuda muito na construção da bagagem de conhecimentos que os alunos precisam ter para o Enem. Para elaborar uma boa redação, é preciso estar informado. Nós, professores, ensinamos a
Prof. Ricardo Alves de Melo ministrando a palestra
"Crimes de Ódio na Internet (Caso Baleia Azul).
parte técnica, mas a bagagem de conteúdo precisa ser buscada pelos estudantes. As palestras foram excelentes, com temas atuais e necessários. Com certeza eles estão saindo daqui enriquecidos para construir sua argumentação na hora da redação”, disse.



Prof. Francisco José de Oliveira ministrando a
               palestra "Modelos de Família e Adoção".
Alunos assistindo a palestra "Justiça com as Próprias Mãos",
           ministrada pelo prof. Hamilton da Cunha Iribure.
De acordo com a gestora do Núcleo de Extensão, professora Ana Carolina de Faria Silvestre, a Semana de Responsabilidade Social da FDSM já se tornou uma tradição para Pouso Alegre e região, e é um evento que integra o calendário fixo de atividades da FDSM. “O importante desse tipo de iniciativa é ampliarmos nossa integração com a comunidade, trazer os alunos na faculdade e contribuir para o aprofundamento da discussão sobre vários assuntos e conhecimentos para a vida deles e também para o Enem. O mais interessante é que o conhecimento dos nossos professores seja partilhado e cause transformação na vida desses alunos, e também contribua para que eles façam uma boa redação no Enem”, finalizou.


Alguns dos alunos que assistiram a palestra
              "Liberdade de Expressão (Limite do Humor)",
              com o prof. Rafael Alem Mello.

Prof. Carlos Alberto Conti Pereira ministrando a 2ª
Oficina sobre Orientação Vocacional.


Alunos durante a palestra "Grafite: a Cidadania pelo
              Viés da Arte", ministrada pelo prof. Francisco José
               de Oliveira e Denise Aparecida G. dos Santos.


15 de setembro de 2017

FDSM realiza palestras preparatórias para o Enem em Semana de Responsabilidade Social

Prof. Altair Mota Machado, ministrando a palestra
"Uso de Drogas Ilícitas e os Direitos Humanos na
Sociedade Brasileira (Cracolândia e Descriminalização". 
A FDSM (Faculdade de Direito do Sul de Minas) está realizando entre os dias 11 e 21 de setembro a sua III Semana de Responsabilidade Social. O evento reúne estudantes de colégios do Ensino Médio de Pouso Alegre e região para assistirem palestras preparatórias para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). A estimativa é de receber cerca de 1.000 alunos nas duas semanas de evento.
Alunos durante a palestra do Prof. Altair Mota Machado.
            A professora de língua portuguesa do CIEM Maria Barbosa, Marilene Ferreira Gomes, falou sobre a importância das palestras para a preparação dos alunos para o Enem. “Com certeza o evento ajuda muito na construção da bagagem de conhecimentos que os alunos precisam ter para o Enem. Para elaborar uma boa redação, é preciso estar informado. Nós, professores, ensinamos a parte técnica, mas a bagagem de conteúdo precisa ser buscada pelos estudantes. As palestras
Prof. Rafael Alem Mello ministrando a palestra "Bullyng".
 foram excelentes, com temas atuais e necessários. Com certeza eles estão saindo daqui enriquecidos para construir sua argumentação na hora da redação”.
            Para Amanda Vitória Morais Alvarenga, aluna do Cursinho Pré-Enem e do 3º ano do Colégio Tiradentes, as palestras da FDSM também ajudam os alunos a serem cidadãos mais conscientes. “As palestras são importantes porque nos dão um grande
Alunos durante palestra com o prof. Rafael Alem Mello.
 suporte para a argumentação na dissertação da redação do Enem. A Faculdade também já visitou a minha escola, levando um bate-papo muito bom
 sobre carreira e a escolha da profissão. Esse tipo de atividade é muito legal para todos os alunos, tanto na área acadêmica como na formação como cidadãos”, disse. 
“A iniciativa da faculdade em fazer essas palestras foi muito boa porque vai
Prof. Carlos Alberto Conti Pereira ministrando a palestra
"Sustentabilidade e Meio Ambiente".
me ajudar a ter mais argumentos na redação do Enem. As palestras também me fizeram ter uma noção e consciência de mundo muito maior do que eu tinha.
 Gostei muito e pretendo fazer Direito na FDSM no ano que vem”, comentou a aluna Júlia Borges de Carvalho, do cursinho Pré-Enem de Pouso Alegre/MG. 
De acordo com a gestora do Núcleo de Extensão, professora Ana Carolina de
Alunos durante a palestra
"Sustentabilidade e Meio Ambiente".
 Faria Silvestre, a Semana de Responsabilidade Social da FDSM já se tornou uma tradição para Pouso Alegre e região. “O importante desse tipo de iniciativa é ampliarmos nossa integração
 com a comunidade, trazer os alunos na faculdade e contribuir para o aprofundamento da discussão sobre vários assuntos e conhecimentos para a vida deles e também para o Enem. O mais interessante é que o conhecimento dos
Prof.ª Daniela de Carvalho Mucilo realizando a palestra
"Inclusão Social dos Idosos e Inclusão dos Portadores
de Necessidades Especiais".
 nossos professores seja partilhado e cause transformação na vida desses alunos, e também contribua para que eles façam uma boa redação no Enem”, ressaltou. 
Alunos participando da palestra com a
Prof.ª Daniela de Carvalho Mucilo.
Nesta semana as palestras realizadas foram “Uso de Drogas Ilícitas e os Direitos Humanos da Sociedade Brasileira”, “Inclusão Social dos Idosos e dos Portadores de Necessidades Especiais”, “Sustentabilidade e Meio Ambiente”, “Orientação Vocacional”, “Homofobia” e “Crimes de Ódio na Internet”.  

            Na próxima semana, o evento continua com as palestras: “Modelos de Família e Adoção”, “Liberdade de Expressão (Limite do Humor), “Justiça com as Próprias Mãos”, “Apropriação Cultural”, “Grafite e Pichações”. Para participar das palestras da Semana de Responsabilidade Social da FDSM, acesse o site www.fdsm.edu.br e faça a sua inscrição gratuitamente.

Prof. Carlos Alberto Conti Pereira e alunos durante a
palestra "Orientação Vocacional".
Alunos durante a palestra "Orientação Profissional".


Os professores Renata Nascimento Gomes e Marco
Aurélio de Oliveira Silvestre, ministrando a palestra "Homofobia".
Alunos durante a palestra "Homofobia".


Prof. Ricardo Alves de Melo ministrando a palestra
"Crimes de Ódio na Internet (Caso Baleia Azul).

Alunos durantes palestra com o professor
Ricardo Alves de Melo.

No final de cada palestra foram sorteadas
camisetas da FDSM para os estudantes.




 

Alunos do Mestrado participam de Workshop do Programa de Inserção Social


Os mestrandos da Faculdade de Direito do Sul de Minas participaram de um Workshop sobre Inserção Social, realizado no início deste mês. O objetivo foi discutir ações de responsabilidade social a serem desenvolvidas através do Programa de Inserção Social do Mestrado.
De acordo com o coordenador do Programa de Inserção Social da FDSM, Prof. Dr. Edson Vieira da Silva Filho, o Mestrado da FDSM tem dado especial atenção à questão. “O PPGD está muito atento à questão da inserção social, crédito obrigatório do mestrado em Direito e que envolve todos os alunos em projetos diversos, respeitando sempre a área de concentração do curso, que é Constitucionalismo e Democracia, e suas linhas de pesquisa, que são Direitos Fundamentais Sociais e Relações Sociais e Democracia”, disse.
            Durante o evento, os alunos puderam discutir ideias e dinâmicas de atuação, e os objetivos das ações que integram o programa. “Acreditamos que somente a união da FDSM com seus professores, alunos e comunidade regional pode transformar realidades, um dos maiores objetivos do nosso mestrado em Direito”, concluiu o professor.

11 de setembro de 2017

Professores da FDSM e Univás realizam palestra sobre o tema “Grafite: a cidadania pelo viés da arte” para alunos do Ensino Médio



Os professores da Faculdade de Direito do Sul de Minas, Denise Aparecida Gomes dos Santos e Francisco José de Oliveira, realizaram recentemente, em conjunto com professora Rita Helena Rezek Nassar, da Univás (Universidade do Vale do Sapucaí), uma palestra para alunos do ensino médio da Escola Estadual Presidente Bernardes com o tema “Grafite: a cidadania pelo viés da arte”. 
De acordo com a professora Denise, a ideia teve início devido à discussão provocada pela proibição do atual prefeito da cidade de São Paulo, João Doria Júnior, com relação a pichação e ao fato de determinar que inúmeras obras de arte na Avenida 23 de Maio fossem apagadas. “Ao levar o tema para a sala de aula, os alunos foram envolvidos em leitura de textos, discussão e produções textuais. Dentre esses trabalhos, foram realizados grafites com o propósito de registrar em uma das paredes da escola, mediante autorização da direção”, explicou. 
O professor Francisco falou sobre a questão de Responsabilidade Civil que envolve o assunto. “A Faculdade de Direito do Sul de Minas participou com o objetivo de mostrar como o Estado trabalha com o ato da pichação e do grafite não autorizado, e como a atitude do prefeito é vista pela área jurídica. Isso leva o aluno à reflexão sobre o que é arte e também desperta o senso crítico quanto ao respeito dos espaços e objetos alheios”, disse.
Durante a exposição sobre as questões jurídicas quanto ao uso indevido dos espaços público e particular, alguns alunos manifestaram espontaneamente que já picharam e que desconheciam as prováveis consequências desse ato se for realizado sem autorização. Outros afirmaram que sempre viram o grafite como uma maneira de mostrar à sociedade a realidade, e que deve, portanto, ser feito com responsabilidade. 
A participação da Univás ocorreu com a participação da professora Rita Helena Rezek Nassar e de seus alunos estagiários do curso de Psicologia – além da professora Denise, que também leciona na universidade. “O curso de Psicologia ministrou palestras e desenvolveu oficinas que também contribuíram com a formação acadêmica e cidadã dos alunos. Foram abordadas questões relativas ao comportamento social e à subjetividade. A atividade foi muito interessante e válida para os alunos, pois cada um pôde se expressar de acordo com a própria individualidade”, afirmou a professora Denise. 

Para o diretor da Escola Estadual Presidente Bernardes, Taylor de Andrade Corrêa, a experiência foi positiva. “O projeto já estava em desenvolvimento na escola, e a participação da Faculdade de Direito do Sul de Minas se deu com o objetivo de sensibilizar os alunos com relação ao tema, sob o ponto de vista jurídico. E eles gostaram bastante, foi muito produtivo”, finalizou.

5 de setembro de 2017

Reforma Trabalhista é discutida em Curso de Extensão da FDSM

O coordenador do curso, Prof. Dr. Paulo Eduardo Vieira de Oliveira.

O Juiz do Trabalho, Prof. Dr. Maurício Pereira Simões, ministrou a primeira aula.

Cerca de 100 alunos participaram da aula.

Devido ao sucesso do curso, já estão previstas novas turmas.


Na última sexta-feira, 1º de setembro, aconteceu na Faculdade de Direito do Sul de Minas a aula inaugural do Curso de Extensão “A Reforma Trabalhista”. Diante das diversas alterações nos artigos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), o curso, que é coordenado pelo Prof. Dr. Paulo Eduardo Vieira de Oliveira, Juiz Federal do Trabalho, tem como proposta discutir todos os pontos da reforma de modo detalhado, visando a atualização profissional. 

O Juiz do Trabalho, Prof. Dr. Maurício Pereira Simões, que ministrou a primeira aula, falou sobre alguns dos assuntos abordados. “Nesta primeira aula tratamos sobre a Reforma Trabalhista em uma perspectiva sociológica, filosófica e jurídica. O que ela significa para a sociedade, quais os reflexos para os empregadores e trabalhadores e o que efetivamente mudou na lei. Especialmente para os advogados, discutimos o que é preciso compreender, para que eles saibam como será a atuação deles diante dessas mudanças”, explicou. 

“O curso pretende dar uma visão ampla sobre a Reforma Trabalhista e propiciar aos alunos uma visão sobre a lei que modificou 107 artigos da CLT. Neste momento de novidades no Direito do Trabalho, o curso é uma grande oportunidade para atualização de conhecimentos sobre essa nova lei, que entra em vigor a partir do dia 11 de novembro de 2017”, comentou o Juiz Federal do Trabalho e coordenador do curso, Prof. Dr. Paulo Eduardo Vieira de Oliveira.

As vagas para o curso já foram encerradas, mas uma nova edição deverá acontecer ainda neste ano. Para mais informações sobre este e outros cursos da FDSM, entre em contato pelos telefones (35) 3449-8124 / (35) 3449-8142, ou através dos e-mails comercial@fdsm.edu.br e contatos@fdsm.edu.br .

FDSM promove Mesa Redonda sobre a Magistratura

         

No último sábado, 02 de setembro, a FDSM (Faculdade de Direito do Sul de Minas) realizou a Mesa Redonda com o tema “Carreiras Jurídicas: Magistratura”. O evento foi coordenado pela Prof. Ma. Ana Carolina de Faria Silvestre e ministrado pelo Professor da FDSM e Juiz do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG), Dr. Edmar de Souza Salgado, e pelos Juízes do Tribunal de Justiça de Minas Gerais e egressos da FDSM, Dr. Fabiano Teixeira Perlatoee Dr. Nereu Ramos Figueiredo. Cerca de 100 alunos estiveram presentes.      
O Juiz Dr. Edmar de Souza Salgado comentou sobre a importância do evento. “É interessante trazer opções de carreiras jurídicas para que os alunos possam conhecer e se identificar com uma área específica. Entre as carreiras oferecidas pelo Direito, muitos acadêmicos vão se identificar com a magistratura, por exemplo. É possível também que alguns descubram que esta não é uma área que os agrada. Com a palestra, nós possibilitamos que os alunos conheçam melhor todas as dificuldades e realizações que a magistratura oferece”, comentou.
“A magistratura tem sido muito gratificante, e eu a exerço como um sacerdócio. É uma intensa e exclusiva dedicação nos últimos 22 anos de minha vida. Hoje, a democracia está sendo mantida pelo Judiciário, e assim nós podemos notar a importância desse poder para o país”, disse o Juiz do Tribunal de Justiça de Minas Gerais e ex-aluno da FDSM, Dr. Nereu Ramos Figueiredo.
            Para Mariana Fernandes de Lima, aluna do 10º período, o evento foi muito importante, principalmente para quem está concluindo o curso. “A clareza das informações ofertadas pelos magistrados me possibilitou conhecer um pouco mais sobre o universo fantástico da magistratura, o que, sem sombra de dúvidas, me auxiliará muito no momento da realização de um concurso. O evento acadêmico foi de suma importância para os alunos”, comentou.

            Dr. Fabiano Teixeira Perlato falou sobre sua atuação do Juiz. “A magistratura é muito gratificante. Para os alunos que pretendem seguir esta carreira, o que eu posso dizer é que foquem na finalidade de um juiz, que é ser pacificador. O juiz é equidistante das partes, e procura a melhor solução para diversos problemas. Por isso, para o aluno que tem o interesse em pacificar, em colocar um ponto final em uma demanda, a magistratura é a carreira mais indicada”, concluiu.

29 de agosto de 2017

Alunos e professores da FDSM realizam atendimento jurídico gratuito em evento da PM no bairro São João

No último sábado, 26 de agosto, a Faculdade de Direito do Sul de Minas participou da Ação Cívico Social promovida pela 56º Companhia de Polícia Militar de Minas Gerais, no bairro São João. A atividade integra o Programa de Inserção Social do Mestrado, e contou com a participação de alunos do curso, além de estudantes da graduação, professores e advogados do escritório modelo. O objetivo foi oferecer à comunidade orientação jurídica gratuita, para o esclarecimento de dúvidas e informações sobre os seus direitos. Vale destacar que a inserção social é uma preocupação contínua da FDSM, que se realiza por intermédio de diversas ações em Pouso Alegre e região.
De acordo com o coordenador do Programa de Inserção Social do Mestrado, professor doutor Edson Vieira da Silva Filho, o objetivo do programa é promover ações para que a instituição esteja cada vez mais próxima da comunidade, estendendo o conhecimento produzido em benefício de todos. “As instituições precisam sair dos seus muros e tocar a sociedade de alguma forma, e a FDSM tem essa preocupação com ações sociais. Estamos trabalhando de maneira muito incisiva, realizando palestras, oficinas, dinâmicas de conscientização, orientação jurídica sobre questões ligadas aos conflitos civis, trabalhistas, enfim... E é importante que, além de produzir conhecimento e ideias, nós consigamos operar transformações sociais. Essa é uma das metas do Programa de Inserção Social da FDSM, e estamos conseguindo cumpri-la, com a colaboração dos professores, alunos e de todos da faculdade”, enfatizou.
Segundo Adirley Machado Alves, mestre formado pela FDSM e advogado do escritório modelo, ‘o evento reforça o compromisso social da faculdade com a sociedade’. “Nós, profissionais do direito e membros da FDSM, temos que cumprir com o nosso compromisso, em consonância com as previsões constantes nos artigos 1º e 3º da Constituição Federal, para a construção de uma sociedade livre, justa e solidária, para a redução das desigualdades e a promoção do bem de todos, sem preconceito. E creio que esta atividade foi de encontro à missão da FDSM, oferecendo uma oportunidade de estendermos o nosso conhecimento à comunidade. Foi uma experiência muito gratificante”, disse.
Para a aluna Isabela Fernandes Pereira, a atividade foi uma grande oportunidade de aprendizado. “Foi uma experiência ímpar ter participado desta ação de inserção social. O contato com as pessoas que têm dificuldades de acesso à orientação jurídica, a satisfação em poder atendê-las, tudo isso é muito enriquecedor. E é uma oportunidade de colocarmos em prática os conhecimentos adquiridos na faculdade. Valeu muito a pena”, relatou.